Top Ad 728x90

quarta-feira, 28 de março de 2018

César ameaça 'pôr a boca no trombone' e Gabriela fica louca: «És nojento... Estás a ser mau»


Com a falta desistência de Gabriela, no domingo, esta regressou ontem à casa. No entanto, César não deverá ter ficado assim tão feliz. Uma frase de César, no final da Cadeira Quente, levou os dois namorados  a ‘lavaram roupa suja’ em direto, aos gritos, e claro.... à frente dos colegas.

Tudo por causa do que a bailarina disse no confessionário, a Manuel Luís: Gabriela contou que tinha traumas – falando de uma relação anterior onde foi vítima de violência doméstica e, que por isso, era mais insegura – e César entendeu que o estava a acusar de provocar esses traumas.

“O que me foi dito durante dois dias foi que eras assim por causa de mim”, explicou o fadista, já na cozinha, de madrugada.  Gabriela respondeu com o seu passado e César insistiu que a acusação partiu dela. A jovem chorou e gritou e o cantor ameaçou “pôr a boca no trombone”.“És nojento. Estás a ser mau. Não estou a trazer nada lá de fora aqui para dentro, estás a ser tu. Não tens o direito de me estar a ameaçar quando eu entrei em paz, César”, gritou, já histérica.

“Se eu sou mentiroso tu és a maior mentirosa”, contra-atacou César, levantando-se da mesa já exaltado e dirigindo-se a Gabriela, dando a entender que a namorada lhe mentiu durante um ano de relação.“Se queres lavar roupa suja, lavamos”, acrescentou.“Não foi há um ano atrás, foi há cinco!”, gritou-lhe Gabriela.

Nesta altura a Voz intervém pedindo calma aos dois, mas não funcionou.“Voz, explique-lhe, explique-lhe que eu nunca falei mal dele na porcaria do confessionário”, continuou a rapariga, a chorar.



0 comentários:

Enviar um comentário


Deixe aqui a sua opinião com moderação. Aguarde a aprovação!
Os comentários com conteúdo ofensivo serão removidos.

Top Ad 728x90