Top Ad 728x90

terça-feira, 23 de outubro de 2018

A vergonhosa realidade por trás das campanhas de 'solidariedade'


As campanhas de solidariedade já não são o que eram antes... e  muitas dessas campanhas não passam de verdadeiras mentiras.
Quem nunca viu uma pessoa de boas posses e com muito dinheiro a receber os melhores produtos nestas campanhas? Pessoas que nem sequer precisavam… Abaixo temos um caso desses em que as campanhas de solidariedade eram solidárias apenas para quem não precisava.

  A verdade das campanhas de solidariedade

“Há pouco tempo decorreu uma ação do programa de luta contra a fome, do Banco Alimentar, essa ação conseguiu recolher cerca de 2600 toneladas de alimentos, segundo o que deu nos noticiários. Imaginando que cada pessoa comprou 2 produtos produto no supermercado, e que esses produtos em conjunto pesavam 1kg e custavam 50 cêntimos, façamos um pequeno cálculo:

 2.500.000 x 0,5€ = 1.250.000€ (um milhão e duzentos e cinquenta mil euros) pagos pelos doadores nas caixas dos hipermercados

 Quem lucrou com isto? 

  O estado arrecadou 287.500€ em IVA
 – Os hipermercados meteram ao bolso 375.000€, tendo em conta 30% de lucro que às vezes é bem mais.


Não podemos no entanto deixar de louvar a atitude e manter o nosso respeito por quem se voluntaria para este tipo de ações, mas também esses precisam de saber para onde vai o dinheiro.


Tragédia da Madeira 

Aos madeirenses chegaram apenas 2 milhões de euros, quando o arrecadado pela campanha de solidariedade aproximou-se quase dos 3 milhões de euros! Ficaram curiosos para onde foi o quase restante milhão de euros? É simples:

 A acção decorreu nas televisões portuguesas, naquelas famosas chamadas de 60 cêntimos + IVA, o que na realidade são 72 cêntimos(mais uma vez o estado a tirar o comer da boca dos pobres). O que eles não diziam na campanha é que ao bolso dos madeirenses apenas iriam chegar 50 cêntimos desses 0,72€ Então para onde vão os restantes 10 cêntimos?

 Para a PT que cobra 0,10€ por cada uma das chamadas. Tendo em conta que se tratam de ações de solidariedade, a meu ver é vergonhoso o estado e uma empresa em particular estarem a lucrar tanto dinheiro com a boa vontade das pessoas, muitas delas que acabam por comprar menos para si próprias, para poderem contribuir para quem mais necessita, e já agora para o estado e para a PT.

 Foi anunciado na altura com grande pompa e circunstância pelos noticiários que o montante atingido foi de 2 milhões de euros, quando na verdade foi de quase 3 milhões, quase mais 50% do valor total divido entre o estado e a PT, para eles poderem fazer as almoçaradas e andarem em carros com 4000cc de cilindrada.

 Resumindo a longa história, a PT cobra 20% sobre um ato da mais pura solidariedade, quando a infraestrutura deles há muito que está paga, o estado faz incidir sobre o mesmo ato o IVA.

0 comentários:

Enviar um comentário


Deixe aqui a sua opinião com moderação. Aguarde a aprovação!
Os comentários com conteúdo ofensivo serão removidos.

Top Ad 728x90