Top Ad 728x90

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

SIC faz reportagem a acusar Maria Leal de ter roubado fortuna ao seu ex-marido


«Vidas Suspensas» da SIC irá regressar na próxima terça-feira e terá um nome conhecido como destaque: Maria Leal. É acusada de ter roubado o ex-marido.

Antes de morrer, Paulo Guilherme d´Eça Leal, pai de Francisco, expressou em testamento a sua maior preocupação: garantir o futuro do filho mais novo. Na altura, Francisco era um jovem com problemas de esquizofrenia e que corria também sérios riscos de ficar paraplégico, depois de se ter atirado de uma janela do hospital Júlio de Matos.


Com apenas 21 anos, Francisco d'Eça Leal ficou detentor de uma pequena fortuna: mais de 500 mil euros em dinheiro, quatro apartamentos em Campo de Ourique, Lisboa, além do recheio das casas e do vasto espólio artístico do pai (trabalhos de pintura, escultura, gravuras, ilustrações).

 Ao casar com Elisabete Rodrigues — agora conhecida como Maria Leal —, vinte anos mais velha e, que depois do casamento assumiu o apelido do marido, a vida de Francisco mudou: Da herança resta-lhe o apartamento, onde vive sozinho, com o apoio da mãe e da Santa Casa da Misericórdia.

 Todos os outros bens, avaliados em mais de 1 milhão de euros, foram gastos durante os primeiros anos de casamento.


Parte 1 


Parte 2

0 comentários:

Enviar um comentário


Deixe aqui a sua opinião com moderação. Aguarde a aprovação!
Os comentários com conteúdo ofensivo serão removidos.

Top Ad 728x90